blog jesus

O amor não cego

Posted on Posted in Pastorais Dominicais

“Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz duma terra seca; não tinha aparência nem formosura; olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse.” (Isaías 53.2)

Você já ouviu alguém dizer que “o amor é cego” certamente para justificar algumas ações que visivelmente desobedecem uma lógica comum ou o senso comum. Não penso que amor seja cego, porém acredito que quando amamos podemos ter a nossa visão apurada e conseguimos enxergar bem mais do que aquilo que parece tão evidente a nossa volta. Existe até um filme famoso com o título o amor é cego; conta a história de um homem que, de repente, se vê apaixonado por uma moça, muito diferente do perfil de beleza socialmente aceito. O jovem é zombado pelos amigos, porque enxerga mais que a simples aparência externa; se sente atraído pela bondade interior das pessoas.

Algumas vezes lendo o texto de Isaías 53, confesso que tenho muita dificuldade de entender que Jesus não tinha formosura. Acredito que muitas pessoas também têm esta mesma dificuldade, prova disto é que, nos retratos onde as pessoas descrevem Jesus, observamos uma aparência leve e sempre bela, talvez porque a amabilidade de Cristo estava tão evidente nas suas palavras e na maneira como lidava com as pessoas, que temos muita dificuldade de idealizamos uma aparência diferente da mais bela que sugere o nosso conceito de estética.

O maior projeto que tenho para minha vida é ser o mais parecido com Jesus que eu possa ser. Desejo ser tomado de amabilidade para que a minha beleza não seja simplesmente a mera aparência externa, mas fruto de uma ação interna e invisível, proporcionada pelo Santo Espírito de Deus remodelando a minha vida. Imagine só… Que bom seria se fossemos cercados por pessoas cheias do Espírito Santo! Pessoas parecidas com Jesus, repletas de amor, que agem com amabilidade. Deus convida você para ser umas destas pessoas parecidas com Jesus.

Pastor Edson